Prepare-se para fazer exames durante a gravidez – 3.º Trimestre

Desde que sabem que estão grávidas, todas as mulheres devem procurar manter o seu estado de saúde vigiado. Os exames pré-natais são essenciais para monitorizar a evolução da criança e a saúde da mãe e agir a tempo em possíveis situações de emergência. Saiba quais são os mais importantes por trimestre:

No 3.º trimestre

As consultas

Perto das 32 semanas – oito meses e meio de gestação – , a sua consulta mensal poderá passar a ser feita de duas em duas semanas, e a partir da 38.ª semana deve consultar o seu obstetra semanalmente. O momento do parto aproxima-se e é cada vez mais importante monitorizarem-se mãe e feto, para saber se tudo está a correr como o previsto. Todos os procedimentos anteriores vão ser tomados nas consultas. Pesam-na, medem-lhe a tensão arterial, o obstetra irá medir a altura do fundo uterino, verificar a coloração das mucosas e da pele, fará auscultação cardíaca e a verificação de edemas (inchaço) nas pernas.

As medidas da barriga

Durante os nove meses em que o bebé cresce, assim aumenta também o volume do útero. O obstetra mede a sua barriga com uma fita métrica a partir da pélvis e compara os resultados com os parâmetros de crescimento da criança. Saiba como e quanto irá crescer a sua:

Semanas Altura Uterina
16 12,5cm
20 16 cm
24 20 cm
28 24 cm
32 27 cm
36 30,6cm
40 32 cm
exames-3.º-trimestre

Ecografia

Por volta da 33.ª ou 35.ª semana faz-se a terceira ecografia, que tem por objectivo identificar a posição do feto (que já deve ter virado de cabeça para baixo), saber se ainda há líquido amniótico suficiente (pouco líquido pode levar o médico a induzir o parto por emergência) e principalmente, saber se a criança está a crescer correctamente. Para isso, ele avalia o perímetro e diâmetro do crânio e a altura do fémur do feto. Depois de nove meses, está agora tudo a postos para o momento que tanto espera.

Outros artigos relacionados:



3 Comments


    Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function ereg() in /home2/roqgod/public_html/wp-content/themes/thestars/functions.php:219 Stack trace: #0 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/class-walker-comment.php(180): wpbx_comment(Object(WP_Comment), Array, 1) #1 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/class-wp-walker.php(146): Walker_Comment->start_el('', Object(WP_Comment), 1, Array) #2 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/class-walker-comment.php(140): Walker->display_element(Object(WP_Comment), Array, '3', 0, Array, '') #3 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/class-wp-walker.php(371): Walker_Comment->display_element(Object(WP_Comment), Array, '3', 0, Array, '') #4 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/comment-template.php(2096): Walker->paged_walk(Array, '3', 0, 0, Array) #5 /home2/roqgod/public_html/wp-content/themes/thestars/comments.php(33): wp_list_comments('type=comment&ca...') #6 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/comment-template.php(1471): require('/home2/roqgod/p...') #7 /home2/roqgod/public_html/wp-co in /home2/roqgod/public_html/wp-content/themes/thestars/functions.php on line 219