Epidural – Parto sem dor

Epidural - parto sem dor

Epidural - parto sem dor

Antes de decidir conscientemente se quer ou não optar pela epidural no momento do parto, convém saber quais as vantagens ou desvantagens deste método, que, apesar de já ser usado em Portugal desde 1983, ainda é desconhecido de muitas parturientes. Não há nada melhor do que tomar uma decisão informada baseada em factos e não em rumores.

Um tiro certeiro na dor

É um procedimento que permite aliviar a dor durante o parto natural ou de cesariana, mantendo a mãe consciente, através da injecção de um anestésico no sistema nervoso. O aperfeiçoamento dos equipamentos faz desta uma técnica bastante segura e são raras as complicações. 

O anestesista introduz uma agulha especial entre duas vértebras da coluna lombar, no espaço que rodeia a espinal-medula, e coloca um pequeno tubo, muito fino, onde vais ser injectado o anestésico. O processo não é muito doloroso para a mulher. A grávida sente apenas uma ligeira picada, perfeitamente suportável. O anestésico injectado começa a fazer efeito 10 a 15 minutos depois.

Outros artigos relacionados:



Deixe o seu comentário

Deixe o seu comentário, ou efectue uma ligação para este artigo.
Poderá também subscrever estes comentários via RSS.

O seu e-mail nunca será publicado. Os campo obrigatórios estão assinalados como um *