Cesariana

cesarianaSabe-se actualmente que a cesariana tem muitos mais riscos que o nascimento fisiológico. A mamã poderá entrar para o bloco de parto pelo seu próprio pé. Os procedimentos seguintes são: deitar-se na cama na sala de partos e colocar uns panos esterilizados à volta da barriga, passar com desinfectante pela barriga sobre a pele. Enquanto se prepara os instrumentos o anestesista aplica a epidural ou intradural e coloca-se um cateter na vagina. Apenas quando se verifica que a anestesia está a fazer efeito coloca-se ou vira-se a mamã de barriga para cima e começa-se a abrir a parede do abdómen camada por camada. Assim que se chega ao útero tenta-se retirar o bebé rompendo nos últimos instantes a bolsa de águas. Assim que se retira o bebé corta-se o cordão umbilical e coloca-se em cima da mamã para que esta o possa abraçar (se tiver epidural estará acordada e verá o nascimento do seu filho). Posteriormente cose-se camada a camada a parede do abdómen.

Por vezes a cesariana é programada pois o bebé pode não estar em posição para nascer de parto natural. Pode-se recorrer também por várias outras razões, tais como entrar em trabalho de parto e não fazer a dilatação e recorrer à cesariana, por razões de saúde a equipa médica optar pela cesarina, entre outras razões que podem surgir. Hoje em dia é possível estar acompanhada numa cesariana, desde que não haja complicações e tenha sido programada. O facto de ter tido um filho de cesariana não significa que todos devam nascer da mesma forma.

A recuperação da cesariana é mais dolorosa, é muitas vezes solicitado análgésicos para aliviar os sintomas de dor, os cuidados nos primeiros dias são redobrados, uma vez que se tratou de uma intervenção cirúrgica. Deverá ter cuidados com a cicatrização do corte, desde utilizar uma cinta ligeira, estar alerta caso sinta dificuldade em urinar, os pontos são retirados após uma semana depois da intervenção cirúrgica e deverá ter muito cuidado com os movimentos que efectuar, porque se por uma lado é aconselhado a movimentar-se bastante, por outro deve ter muito cuidado com esforços pois poderá partir os pontos ou criar alguma infecção na zona do corte. Não se esqueça que se tratou de uma intervenção cirúrgica e todos os cuidados são poucos.

Outros artigos relacionados:



20 Comments


    Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function ereg() in /home2/roqgod/public_html/wp-content/themes/thestars/functions.php:219 Stack trace: #0 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/class-walker-comment.php(180): wpbx_comment(Object(WP_Comment), Array, 1) #1 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/class-wp-walker.php(146): Walker_Comment->start_el('', Object(WP_Comment), 1, Array) #2 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/class-walker-comment.php(140): Walker->display_element(Object(WP_Comment), Array, '3', 0, Array, '') #3 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/class-wp-walker.php(371): Walker_Comment->display_element(Object(WP_Comment), Array, '3', 0, Array, '') #4 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/comment-template.php(2096): Walker->paged_walk(Array, '3', 0, 0, Array) #5 /home2/roqgod/public_html/wp-content/themes/thestars/comments.php(33): wp_list_comments('type=comment&ca...') #6 /home2/roqgod/public_html/wp-includes/comment-template.php(1471): require('/home2/roqgod/p...') #7 /home2/roqgod/public_html/wp-co in /home2/roqgod/public_html/wp-content/themes/thestars/functions.php on line 219