Fortalecer a sua auto-estima dos 3 aos 4 anos

Entre os 3 e os 4 anos de idade a criança deverá afirmar a sua auto confiança. E para isso deverá desenvolver e fortalecer a sua auto-estima desde cedo.

Nesta etapa do desenvolvimento  cognitivo e afectivo nesta idade entre os 3 e os 4 anos a criança estabelece-se em torno de três necessidades básicas:

  1. A presenção de figuras estáveis de referência (pais, avós..);
  2. Satisfação dos cuidados físicos essenciais (comer, dormir, e brincar…)auto-confiança
  3. Amor incondicional no seu circulo mais próximo.

Se durante esta fase, nada atrapalhar a realização das três necessidades básicas, então poder-se-á dizer que terá uma auto-estima alta. É normal a criança sentir-se o centro do mundo, e é bom que essa situação não se altere.

Aos seis anos aproximadamente, ultrapassam essa etapa de egocentrismo (é comportamente positivo), que serve para reafirmar a sua auto-estima, ou seja a opinião que temos de nós mesmos. Nós enquanto pais devemos fazer com que ela tenha muita confiança. O nosso papel é muito importante, não só nesta fase mas desde do nascimento. O apego é um vínculo afectivo que contribiui para que a criança se sinta segura e protegida, e é essa sensação de amor incondicional que lhe deveremos transmitir. Uma auto-confiança bem enraizada fortalece a personalidade e no futuro quando tiver que enfrentar a sociedade fora do âmbiro familiar, não terá problemas. Será capaz de condutas e atitudes flexiveis adequadas para enfrentar problemas.

O que devemos fazer para fortalecer a auto-estima da criança?

  • Elogiar (quando alcançam algo);
  • Dar carinho (desde que nascem, dá uma sensação muito grande de segurança),criança-autoconfiante
  • Escutar (os seus problemas);
  • Ser positivos com eles;
  • Corrigi-lo quando faz disparates e não repreendê-lo agressivamente;
  • Dar-lhe responsabiliades (conforme a idade que tiver assim poderá ser a tarefa);
  • Fazê-lo sentir competente (facilitar tarefas para que atinja objectivos).

Outros artigos relacionados:



One Comment

  • Terezinha Rodrigues
    Março 30, 2011 | Permalink | Responder

    Gostaria de saber se vcs possui algumas informações sobre a importância da afetividade no desenvolvimento cognitivo?

    Att. Terezinha

Deixe o seu comentário

Deixe o seu comentário, ou efectue uma ligação para este artigo.
Poderá também subscrever estes comentários via RSS.

O seu e-mail nunca será publicado. Os campo obrigatórios estão assinalados como um *